LEIA
 » S.A.R.S. -
   UMA DOENÇA NOVA
 » DRAMA NA ILHA
   DE SAN NICOLÁS
 » O Passageiro
   Clandestino
 » Lidereiros com bisua
 » EM OFF
 » DOLOROSAMENTE
    PORTUGUÊS
 » A Minha Nota
 » CRÓNICA PICOENSE
 » INVENTOR MOSTRA
   ''PALINHA MÁGICA''
 » Edições Anteriores
 
Lidereiros com bisua

Em fotos, não expostas, dum evento musico-gelado na nossa baixa citadina, tivemos a oportunidade de imaginar SÓ as mais de 500 pessoas que gritaram e aplaudiram o grupo em palco depois das 23h.
O que mais nos admirou foi a referência de que o esperado estrondo de sucesso não se concretizou - “numa noite em que se esperava casa cheia, lamenta-se a fraca aderência de um público que parece ter esquecido o trabalho que os líderes comunitários e, em especial a Acapo, têm efectuado” (trasncrição duma publicação semanal da comunidade) e também isto, assim, responsabilizando a comunidade pela falta de apoio aos
Como já temos dito algumas vezes, a necessidade de vestir como cordeiros os lobos é tão velha que há fábula antiga que rezava assim:
O rigor do Inverno fazia tiritar de frio desde o pássaro pe-queno, aquecido no seu manto de plumagem, até ao lobo, acossado pela fome, que rondava pelos altos penhascos até aos covões fundos da Serra.
Atapetada de grossa camada de neve e pingada de gelo nas encostas, por onde escorreriam fios de água refrescante quando se aproximasse a Primavera, a serra ressoava com os uivos de chamada da alcateia que va-gueava em pequenos grupos, em busca de comer.
Entretanto, as ovelhas iam ao pasto que rareava sob a branca capa de neve e, assim, o lobo esfaimado via a sua melhor oportunidade de ter carne quente e palpitante ao alcance. Mas como?
Guardadas pelo pastor vigilante e pelo cão valente, a manha era o melhor parceiro para baralhar os dados.
Aproximar-se, disfarçado de igual aos peludos do rebanho e com jeito de bom comportamento, foi o pri-meiro passo. Depois, ir-se afastando até encontrar os outros lobos com o mesmo disfarce e empurrar, devagar, as ovelhas mais distraídas e fracas para perto das beiras penhascosas, não foi difícil.
Enquadradas pelos 6 lobos, 3 das mais jovens e tolas ovelhas caíram, quase sem saber como, das fragas para o precipício.
Os lobos logo correram para baixo, depois de se desembaraçarem das peles enganosas, ávidos da carne fresca que tinham à sua espera.
Moral da história? Quem com lobos esfaimados se mistura, não tem bom fim.

Maria José da Fonseca
21/02/2022



Copyright © 2003, VOICE Luso Canadian Newspaper Ltd. First Luso Canadian Paper to Jump on the Net! For more information contact [email protected]
 
Toronto,
31/Março/2003
Edição 774

ANO XXIII

   
   

  

 

 

  Desenvolvimento - AW ART WORK