LEIA
 » UM ANÚNCIO
    REPUGNANTE
 » DAS PENEIRAS
   ÀS VASSOURAS
    COM FEITICEIRAS
 » O inacreditável
    aconteceu na ACAPO
 » NATAL...
   NAQUELE TEMPO !
 » Educação
 » Empresários
   da Terceira
 » EM OFF
 » Droga apreendida
   nas Flores
 » CRÓNICA PICOENSE
 » Edições Anteriores
 
O inacreditável
aconteceu na ACAPO
 
  No Portuguese Cultural Centre of Mississauga Inc., realizou-se no passado Sábado uma conferência com a media Luso-Canadiana pelo Presidente da Assembleia do P.C.C.M., foram dados esclarecimentos sobre os acontecimentos da última sessão da ACAPO em que foi mandado sair da sala o Presidente Jack Prazeres.
Temos de notar e elogiar a correcção do Presidente da Ass. 25 de Abril que apresentou as desculpas pelo facto de um dos elementos da 25/4 ter assumido uma posição para a qual não estava devidamente credenciado.
Que estavam passados onze dias sem qualquer informação oficial da ACAPO.
O P.C.C.M. sente-se numa posição descriminatória para uma das associações fundadoras.
Como é absolutamente incompreensivo que a auditoria á contabilidade da ACAPO, não tenha sido aceite com a agravante dos 37 mil dolares da mesma serem suportados por Jack Prazeres na hipótese de as contas estarem justificadas e certas.
O P.C.C.M. pretende defender o património do clube que tanto trabalho tem dado aos Directores e associados.
Os cheques para os politicos deviam carecer do conhecimento da Assembleia Geral. Voltaremos ao assunto logo que tenhamos mais informações complementares.


Copyright © 2003, VOICE Luso Canadian Newspaper Ltd. First Luso Canadian Paper to Jump on the Net! For more information contact [email protected]
 
Toronto,
15/Dezembro/2003
Edição 809

ANO XXIII

 
     

   

 

 

 

  Desenvolvimento - AW ART WORK