LEIA
 » DE BAGAGEIRO
   A PILOTO
   EM POUCOS MESES...
 » REMINISCÊNCIAS
    SÍSMICAS
 » Exportação de açúcar
   dos Açores
 » Na Ilha Terceira
    Carnaval já mexe
 » Açores discriminados
    na Saúde
 » Dois países?
 » TERRA TREMEU
    NA ILHA DE S.MIGUEL
 » CRÓNICA PICOENSE
 » Edições Anteriores
 
TERRA TREMEU
NA ILHA DE S.MIGUEL
Oito sismos sentidos pela população

Oito sismos, o mais intenso dos quais com magnitude de 4 na escala de Mercali modificada, abalaram a ilha de São Miguel entre a noite de quarta-feira e a madrugada de quinta.

Oito sismos, o mais intenso dos quais com magnitude de 4 na escala de Mercali modificada, abalaram a ilha de São Miguel entre a noite de quarta-feira e a madrugada quinta feira. Foram ainda registadas, no mesmo período, mais de 300 réplicas. Segundo João Luís Gaspar, do Sistema de Vigilância Sismológica dos Açores (SIVISA), "foram sentidos oito sismos pela população de São Miguel. O mais intenso ocorreu às 23:18 com uma intensidade de 4 na escala de Mercali modificada. Os outros tiveram uma intensidade máxima de 2,3 na mesma escala". Os sismógrafos de São Miguel continuavam a meio da tarde de quinta feira a registar réplicas dos sismos, de acordo com João Luís Gaspar, para quem a ocorrência de microssismos após os abalos sentidos é um fenómeno "natural" que se pode prolongar no tempo.
O mesmo responsável acrescentou que a intensidade e ritmo das réplicas registadas quinta feira à tarde indicia que a situação poderá considerar-se "estacionária". João Luís Gaspar referiu que "o epicentro dos sismos localizou-se na parte central da Ilha de São Miguel, cerca de seis quilómetros a nor-noroeste de Vila Franca do Campo (falha da Lagoa do Congro)".
A crise sísmica iniciou-se às 22:30 de quarta-feira, desenvolvendo-se até às 02:30 de quinta feira. Os sismos foram sentidos em Vila Franca do Campo, Água de Alto, Água de Pau e Lagoa, bem como em algumas freguesias da costa sul e em localidades da costa Norte, nomeadamente na Ribeira Grande e Ribeirinha. Os sismos não provocaram quaisquer danos nem sobressalto na população. O responsável do SIVISA disse ainda que, apesar dos sismos "terem sido sentidos por algumas pessoas não houve danos materiais", situação normal com este tipo de intensidade. A crise sísmica diminuiu de intensidade durante o dia de ontem, ainda segundo o responsável do SIVISA.
João Luís Gaspar referiu ainda que, na zona do epicentro dos sismos (Lagoa do Fogo) ocorreu no ano passado uma crise com desenvolvimento semelhante. Entretanto, os bombeiros e a Protecção Civil de Ponta Delgada receberam um número reduzido de chamadas, apesar dos oito sismos que abalaram a ilha. Fonte do Serviço Regional de Bombeiros e Protecção Civil de Ponta Delgada disse que algumas pessoas telefonaram quando se registou o sismo mais intenso, mas "não houve grande acréscimo de chamadas".
"Foi uma situação normal. Recebemos alguns telefonemas a seguir ao sismo mais intenso. Mas nada de anormal", acrescentou.

"Correio dos Açores"

N.R. - Segundo notificou a RTP/Internacional, na sexta feira foram sentidos alguns sismos da Ilha Graciosa, de pequena intensidade, e sem consequências.

In "Jornal Diário"


Copyright © 2004, VOICE Luso Canadian Newspaper Ltd. First Luso Canadian Paper to Jump on the Net! For more information contact [email protected]
 
Toronto,
26/Janeiro/2004
Edição 814
ANO XXV

   
   
   
   

 

 

  Desenvolvimento - AW ART WORK