LEIA
 » VISITANDO MANASSAS
 » ARANHAS
   E SUPERSTIÇÕES
 » Casas
   em Ponta Delgada
    entre as mais caras
   do país
 » A MINHA NOTA
 » Acordo luso-espanhol
   "secreto"
 » Terços dos romeiros
   destruídos
 » Cruzeiros Açores
 » EM OFF
 » Massacre infame
 » CRÓNICA PICOENSE
 » Edições Anteriores
Vandalismo nas igrejas de Ponta Delgada  
Terços dos romeiros destruídos
 

O vandalismo soma e segue na cidade de Ponta Delgada. Nem os terços dos romeiros escapam à curiosidade de quem nada tem que fazer. Segundo relatou ao nosso jornasl um dos romeiros do Rancho de São Pedro após a longa caminhada de sete dias pelas estradas e caminhos da ilha de São Miguel os terços, fiéis companheiros, que repousavam no altar da igreja foram vandalizados por crianças.
Para o Padre João Maria Brum trata-se de um acto quase que "corriqueiro" já que "não há dia em que a igreja esteja aberta que crianças com os seus 10 e 11 anos não entrem na casa de Deus para estragar isto ou aquilo".
João Maria Brum refere que nada pode fazer contra as crianças e adianta que o vandalismo realizado contra os terços dos romeiros terá acontecido na tarde do passado domingo.
Ainda, conforme relata um dos romeiros, a maioria dos terços, que se encontravam, como é do costume, no altar, foram destruídos tendo ficado alguns rebentados outros com as cruzes partidas.
"Não queríamos acreditar" quando no final da missa das sete da manhã da passada segunda-feira foram buscar os terços ao altar e verificaram o sucedido.
Adiantou, igualmente, que o rancho de São Pedro é constituído por 72 romeiros o que perfaz uma média de 200 terços que permaneceram no altar do sábado em que terminaram a caminha.
"Os romeiros regressam da sua romaria e deixam os terços, com os quais rezam a Nossa Senhora, no altar onde fica até à missa das 7 horas de segunda-feira" - explicou.
Para além dos terços foram, também, roubadas as duas sinetas com que se fazem anunciar os romeiros. Indignado com a situação este romeiro refere que alguma coisa tem de ser feita para que outros episódios do género não voltem a acontecer.





Copyright © 2004, VOICE Luso Canadian Newspaper Ltd. First Luso Canadian Paper to Jump on the Net! For more information contact [email protected]
 
Toronto,
15/Março/2004
Edição 821
ANO XXV

   
       

  

 

 

  Desenvolvimento - AW ART WORK